domingo, 30 de outubro de 2011

Por você, Maria Flor.

      Por você menina linda, que veio ao mundo enquanto a chuva caia, é que estávamos todos ali reunidos, naquele corredor de hospital, em frente ao berçário. Éramos seis adultos e mais um pai deslumbrado, boquiabertos diante de você, cabeças encostadas ao vidro, enquanto acompanhávamos cada movimento seu. Por um momento, que não sei quanto durou, nada existiu ao nosso redor, enfermeiras, outras crianças, outros pais, avós... e daí? Ali estava você, só você menininha.
      Quando  voltamos à realidade,  nos cumprimentamos, nos abraçamos, e naquele instante éramos as pessoas mais felizes do mundo! Deste mundo, que certamente está melhor agora que você faz parte dele, uma vez que você Maria Flor, tão pequenininha já nos proporcionou tanta alegria e tantos sorrisos. Posso lhe garantir que você hoje, menos de um mês depois de nascida, já fez seu pai e sua mãe mais felizes do que já foram em toda a vida deles. E este deve ser o destino dos filhos... trazer a felicidade plena aos pais (não posso negar que é exatamente isso que os netos fazem pelos avós).
    E é por isso e  por você menina linda e pelas outras duas  meninas lindas como você, que eu prometo me esforçar muito, cada dia mais,  para me tornar aquela avó que todas as menininhas como vocês merecem, retribuindo tudo de bom que tenho recebido de vocès, a cada dia..     

1 Comentários:

Às 19 de novembro de 2011 16:34 , Blogger Patricia disse...

Você não precisa se esforçar pra ser uma ótima avó, com sua dedicação e carinho em abundância vc é simplesmente maravilhosa,sempre cheia de energia,seja contando histórias ou criando brincadeiras divertidas você é demais!!! Tenho certeza que Maria Flor ficará encantanda com essa avó... Bárbara e Isabela nem te amam, né???
TE ADOOOORAM!!!!! Bjos.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial